Menu


O que a mídia não mostra nós mostramos...
RÁDIO NOVO CAMINHO

<<Clique aqui e fique por dentro das notícias  do Brasil!!!

MALASYA A TRAGÉDIA DE 2014 (239 CAIXÃO CENTENAS VAZIOS): O (6) SEXTO DIA PASSOU EM BREVE O MUNDO TERÁ NOTICIAS DO AVIÃO…

09 JUN 2016
09 de Junho de 2016

 PUBLICADO EM 14/03/2014 ...É LAMENTÁVEL BOEING 777 + VOO MH370 + PASSAGEIROS + 239 + (6) DIA DESAPARECIDO + ANO 2014 = (5(6)7)66-666
EM VÁRIAS PESQUISAS FEITA A RESPEITO DO NÚMERO 567 ELE NÃO EXISTE NO GOOGLE SOMENTE PARA NÓS 1,2,3,4,5,6, ETC… PRECISA DIZER MAIS ALGUMA COISA MAIS VEJA BEM, 5 + 6 É IGUAL A 11 ESTE NÚMERO LEMBRA ALGUMA COISA PARA VC. NUNCA ESQUECENDO QUE TEMOS UM NÚMERO (7) QUE SIGNIFICA O NÚMERO DA PERFEIÇÃO TALVEZ POSSA TER UMA INTERVENÇÃO DIVINA TALVEZ QUE SABE! VEJA O RESUMO DO NÚMERO 11 A BAIXO VOCÊ ACHOU MESMO QUE ESTAVA TUDO BEM OU ALGUÉM COMPROU O MEU SILÊNCIO EU NASCI PARA SER A DIFERENÇA E ENQUANTO ESTIVER VIVO SEREI A DIFERENÇA NO MUNDO VIRTUAL OU NO MUNDO REAL 2013 + 2014 = 4027 DIVIDIDO POR 6 = A 67116666 “ADEUS ANO VELHO FELIZ ANO NOVO” OU INFELIZ ANO NOVO (67)OU 1967 VEJA VOCÊ MESMO AS CATÁSTROFES DE 1967 O NÚMERO 11 DIVIDIDO POR DOIS IGUAL A 5,5 CERTO OU ERRADO? ERRADO PARA DEUS NÃO EXISTE MEIO TERMO OU É 5 OU É 6 SENDO ASSIM INFELIZMENTE PREVALECE O NÚMERO MAIOR OU SEJA O NÚMERO “6” FICANDO ASSIM 666-666 FAÇA VOCÊ MESMO UMA VIAGEM AO TEMPO HOJE PODEMOS ATRAVÉS DESTA FERRAMENTA QUE HOJE DESFRUTAMOS CHAMADA INTERNET 1911 UM ANO DE MUITAS CATÁSTROFES CERTO OU ERRADO? ERRADO 1911 O ANO DO FIM DO MUNDO CERTO OU ERRADO, ERRADO? SE VOCÊ PENSA QUE JÁ VIU TUDO ESTÁ COMPLETAMENTE ENGANADO VOCÊ LEU TUDO O QUE ESTÁ ESCRITO MUITO BEM, MEUS PARABÉNS, ENTÃO ENTENDEU TUDO, SERÁ MESMO QUE ENTENDEU? TEM CERTEZA QUE NÃO ESTÁ ESQUECENDO DE NADA? LEIA NOVAMENTE E VEJA UM NÚMERO QUE SOBROU “5” ME DESCULPEM ESQUECI O ANO EM QUE ESTAMOS SERÁ QUE É 2015 OU 2014 SE VOCÊ PENSA QUE JÁ VIU TUDO AGUARDE ATÉ O FINAL DESTE ANO É CLARO SE VOCÊ ESTIVER VIVO ATÉ LÁ SE ESTIVER VIVO LEVANTE SUAS MÃOS PARA O CÉU E AGRADEÇA A DEUS, ASSIM COMO EU VOU FAZER SE CHEGAR LÁ E AOS QUE FICAREM BOA SORTE PARA 2015 ESTE ANO SIM SERÁ TERRÍVEL PARA NÓS. AGRADEÇO PELO MILHARES DE ACESSOS QUE TIVEMOS EM NOSSA WEB RÁDIO NO MUNDO INTEIRO E AO MESMO TEMPO PEÇO DESCULPAS POR NÃO ESTAR FAZENDO A PROGRAMAÇÃO AO VIVO É QUE AINDA NÃO ESTÁ CHOVENDO DINHEIRO É MAIS FÁCIL CAIR UM AVIÃO EM NOSSAS CABEÇAS DO QUE O VENTO TRAZER UMA NOTA DE DOIS REAIS ATÉ A MINHA PORTA LINK: http://radionovocaminho.net/    EMAIL :carlossaraiva471@hotmail.com 

MEUS PÊSAMES AOS FAMILIARES 239 VIDAS CEIFADAS ESTUPIDAMENTE!!!!

É COM MUITA TRISTEZA QUE VENHO A ATUALIZAR ESTE BLOG. COM ALGO QUE JÁ ESTAVA ESCRITO ACIMA

SEI TAMBÉM QUE A WORDPRESS SOFRERA PRESSÃO PARA EXCLUIR ESTE BLOG. COM O QUE VOU DIZER MAIS TUDO BEM FAZ PARTE DE QUEM TEM DINHEIRO EU NASCI PARA SER A DIFERENÇA NO MUNDO VIRTUAL O NO MUNDO REAL ENQUANTO ESTIVER VIVO SEREI A DIFERENÇA?

ENQUANTO ESTIVER VIVO, QUERO VER O CORAJOSO QUE TERÁ A CORAGEM DE FAZER UM FILME A RESPEITO DO FIM DO MUNDO CHEGA DE ENGANAR O MUNDO COM FICÇÃO VAMOS CAIR NA REALIDADE A ALGUNS ANOS LANCEI UM DESAFIO EM MEU BLOG. O DESAFIO AINDA ESTA DE PÉ HABILITE – SE E PROCURE NO BLOG QUE VOCÊ VAI ENCONTRAR.

Malásia anuncia que avião caiu no Índico e não há sobreviventes

A Malásia informou nesta segunda-feira que o avião de passageiros desaparecido há mais de duas semanas caiu no Oceano Índico, mas não esclareceu o as razões pelas quais ele desviou de seu curso.

O primeiro-ministro malaio, Najib Razak, declarou que uma nova análise de satélites do voo MH370 da Malaysia Airlines marcou sua última posição nas águas remotas da costa oeste da Austrália, longe de qualquer local de pouso.

O sombrio anúncio sobre o destino do avião terminou com 17 dias de uma incerteza angustiante para os familiares das pessoas que estavam a bordo – dois terços delas chinesas.

“É, portanto, com profunda tristeza e pesar que devo informá-los de que, de acordo com novos dados, o voo MH370 caiu no Oceano Índico”, declarou Najib.

Ele informou que a companhia aérea já havia falado com as famílias dos passageiros e tripulantes a bordo do avião, que desapareceu no dia 8 de março em um voo noturno de Kuala Lumpur para Pequim.

“Para eles, as últimas semanas têm sido de partir o coração, e eu sei que esta notícia deve ser ainda mais difícil”, afirmou.

Najib disse ter sido informado por representantes da Divisão de Investigação de Acidentes Aéreos da Grã-Bretanha, que transmitiu uma análise mais aprofundada dos dados de satélite da empresa britânica Inmarsat.

‘Não há palavras para aliviar a dor’

A companhia aérea, em um comunicado enviado às famílias, disse que “temos que presumir” que o avião foi perdido.

“A Malaysia Airlines lamenta com pesar que devemos que presumir, além de qualquer dúvida razoável, o voo MH370 se perdeu e que não há sobreviventes entre os que estavam a bordo”, afirmou em mensagem de texto enviada aos familiares.

“Nossas orações vão para todos os entes queridos dos 226 passageiros e dos nossos 13 amigos e colegas neste momento extremamente doloroso”.

“Sabemos que não há palavras que nós ou qualquer outra pessoa possa dizer que consiga aliviar sua dor”, acrescentou.

A companhia aérea informou que a busca multinacional, que está percorrendo um trecho do Oceano Índico para encontrar todos os destroços, prosseguirá “enquanto buscamos respostas para as perguntas que permanecem”.

A Malásia acredita que o avião foi desviado deliberadamente por alguém a bordo. Mas a ausência de provas concretas alimentou intensas especulações e teorias da conspiração, e atormentou as famílias dos desaparecidos.

As principais teorias incluem sequestro, sabotagem do piloto ou um problema em pleno ar que incapacitou a tripulação de voo e deixou a aeronave voar no piloto automático até ficar sem combustível.

O MH370 fez contato pela última vez no Mar do Sul da China, a meio caminho entre a Malásia e o Vietnã. Por razões desconhecidas, ele deu uma guinada sobre a península da Malásia e, em seguida, voou por horas.

A busca se concentrou no Oceano Índico na semana passada, depois que imagens de satélite iniciais mostraram grandes objetos flutuando no local.

As esperanças de uma solução para o mistério aumentaram depois de um fim de semana no qual uma aeronave australiana avistou um palete de madeira, correias e outros destroços, e informações de satélites franceses e chineses apontaram outros objetos flutuantes.

Tripulantes do avião australiano P-3 Orion, cujo país lidera uma busca aérea e marítima multinacional, disseram ter avistado dois objetos, declarou ao Parlamento o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott.

As autoridades do país informaram que os objetos eram diferentes das peças avistadas por um avião chinês mais cedo no mesmo dia.

Já o navio da Marinha australiana HMAS Success, equipado com um guindaste, está na região, cerca de 2.500 quilômetros a sudoeste de Perth, e tentará recuperar os objetos.

Abbott advertiu que não se sabe se os objetos são provenientes do Boeing 777 desaparecido.

“No entanto, estamos esperançosos de que podemos recuperar esses objetos em breve e que eles nos deixarão um passo mais perto de resolver este mistério trágico”, disse.

Busca pela caixa-preta

A Marinha americana contribuiu para a sensação de que um desfecho se aproxima, enviando um dispositivo especializado à região para ajudar a encontrar o “caixa-preta” da aeronave e os dados de voz da cabine – cruciais para determinar o que aconteceu com o avião.

O dispositivo de alta tecnologia pode localizar caixas-pretas em até 20.000 pés de profundidade (6.060 metros), informou a Sétima Frota americana em um comunicado. A área de buscas varia de 3.000 a 4.000 metros de profundidade.

O sinal de 30 dias emitido pela caixa-preta deve parar de ser emitido em menos de duas semanas.

A Autoridade de Segurança Marítima da Austrália informou que as buscas foram reforçadas com 10 aeronaves no total nesta segunda-feira, após a inclusão de dois aviões militares chineses, que se unem aos australianos, americanos e japoneses.

A China também enviou sete navios, que se somam aos navios de guerra britânicos e australianos envolvidos.

Se um acidente for confirmado, a recuperação da caixa-preta será ainda mais difícil que no caso do avião da Air France que caiu no Oceano Atlântico em 2009, declarou Charitha Pattiaratchi, oceanógrafo da Universidade da Austrália Ocidental.

“Temos que lembrar que o Air France 447 levou dois anos para ser encontrado e esta é uma região mais difícil, onde o ambiente é muito, muito mais duro. Há ondas maiores e venta mais”, disse.

Como parte de uma investigação sobre o acidente, o ministro dos Transportes da Malásia, Hishammuddin Hussein, declarou que a polícia entrevistou mais de 100 pessoas, incluindo familiares, tanto do piloto quanto do co-piloto.

A Malaysia Airlines disse nesta segunda-feira que seu co-piloto Fariq Abdul Hamid, de 27 anos, estava voando em um Boeing 777 pela primeira vez sem um chamado “check co-pilot” olhando por cima de seu ombro.
——————————————————————–

SEQUESTRO TALVEZ? O MAIS PROVÁVEL UM MASSACRE EM MASSA PARA CHAMAR ATENÇÃO MUNDIAL!

MAIS VEJA BEM NÃO PODEMOS DESCARTA A HIPÓTESE DE ALGUM PAÍS DEVASTADO RECENTEMENTE PELA GUERRA COM CERTEZA TROCARIAM OS REFÉNS POR ARMAS E COMIDAS!!!

JÓ PAGINA 567 CAP. 26 PAGINA 567 DA BÍBLIA SAGRADA

1 JÓ, porém, respondeu, dizendo:
2 Como ajudaste aquele que não tinha força, e sustentaste o braço que não tinha vigor?
3 Como aconselhaste aquele que não tinha sabedoria, e plenamente fizeste saber a causa, assim como era?
4 A quem proferiste palavras, e de quem é o espírito que saiu de ti?
5 ( Os mortos tremem debaixo das águas,) com os seus moradores.
6 O inferno está nu perante ele, e não há coberta para a perdição.
7 O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.
8 Prende as águas nas suas nuvens, todavia a nuvem não se rasga debaixo delas.
9 Encobre a face do seu trono, e sobre ele estende a sua nuvem.
10 Marcou um limite sobre a superfície das águas em redor, até aos confins da luz e das trevas.
11 As colunas do céu tremem, e se espantam da sua ameaça.
12 (Com a sua força fende o mar,) e com o seu entendimento abate a soberba.
13 Pelo seu Espírito ornou os céus; a sua mão formou a serpente enroscadiça.
14 Eis que isto são apenas as orlas dos seus caminhos; e quão pouco é o que temos ouvido dele! Quem, pois, entenderia o trovão do seu poder?

UOL Mais > Sobe para (239) o número de vítimas em Santa Maria
mais.uol.com.br/…/sobe-para-239-o-numero-de-vitimas-em-santa-maria-…?
11/02/2013 – Com a morte de um segurança da boate Kiss, em Santa Maria, sobe para 239 o número de vítimas da tragédia. Apesar de dois terços das …

G1 – Sobe para (567) o número de mortos pelas inundações na …
g1.globo.com/mundo/noticia/…/sobe-para-567-o-numero-de-mortos-pel…?
17/11/2011 – Bangcoc, 17 nov (EFE).- As autoridades da Tailândia afirmaram nesta quinta-feira que já são 567 os mortos pelas inundações que atingem 22 …

Sobe para (567) o número de mortos pelas inundações na Tailândia …
exame.abril.com.br/mundo/noticias/sobe-para-567-o-numero-de-mortos-…?
17/11/2011 – Desastre natural no país atinge 22 províncias há três meses e ameaça o centro comercial de Bangcoc.

1) New York City tem 11 letras

2) Afeganistão tem 11 letras.

3) Ramsin Yuseb (O terrorista que ameaçou destruir as Torres Gémeas em 1993) tem 11 letras. (ele AMEAÇOU)

4) George W Bush tem 11 letras.

5) As duas torres gêmeas fazer um “11”

Esta poderia ser uma mera coincidência, mas isso fica mais interessante:

1) Nova Iorque é o 11 º estado.

2) O primeiro avião que se despenhou contra as Torres Gêmeas era o número do vôo 11.

3) o vôo 11 levava a bordo 92 passageiros. 9 + 2 = 11

4) o vôo 77, que também atingiu Twin Towers, levava 65 passageiros.6 +5 = 11

5) A tragédia teve lugar a 11 de setembro, ou 11/09 como é agora conhecido. 9 + 1 + 1 = 11

6) A data é igual ao número de telefone dos EUA os serviços de emergência 911. 9 + 1 + 1 = 11.

Pura coincidência. .? Leia mais e faça a sua própria mente:

1) O número total de vítimas dentro de todos os planos de oi-levantado foi de 254. 2 + 5 + 4 = 11.

2) 11 de setembro é o dia número 254 do ano civil. Novamente 2 + 5 + 4 = 11.

3) O atentado de Madrid aconteceu em 3/11/2004. 3 + 1 + 1 + 2 + 4 = 11.

4) A tragédia de Madrid aconteceu 911 dias depois do incidente das Torres Gémeas. (9+1+1=11)

Pura coincidência. .? Leia mais e faça a sua própria mente: Agora este é o lugar onde as coisas ficam totalmente estranha:

O símbolo mais reconhecido para os EUA, após o Stars & Stripes, é a águia. O versículo seguinte é retirado do Corão, o livro sagrado islâmico:

“Porque está escrito que um filho da Arábia despertará uma águia amedrontadora. As garras da águia serão sentidas por todas as terras de Alá e Lot, quando alguns dos povos tremerão no desespero e no júbilo: para garras da águia limparem as terras de Alá e haverá paz “.

Esse versículo é o número de 9,11 do Corão.

Ainda não convencido sobre tudo isso ..? Tente esta

Abra o Microsoft Word e fazer o seguinte ( tente isso em REAL)

1. Digite em letras maiúsculas Q33 NY . Este é o número do vôo do primeiro avião a bater numa das Torres Gêmeas.

2. Realce o Q33 NY

3. Alterar o tamanho da fonte para 48.

4. Alterar a fonte real para o WingDings 1.

OLHAAA ISSO:

21/12/2012 né todos sabem então tudo acima a soma é 11 pare e veja:

21/12/2012 = 2+1+1+2+2+0+1+2=11

11 de março = terremoto no japao
11 de jan = terremoto do haiti
11 de set = torres gemeas

A Princesa Kate se casou dia 29, logo 2 + 9 = 11

Morte de Osama Bin Laden 02/05/2011. 0 + 2 + 0 + 5 + 2 + 0 + 1 + 1 = 11.

Como é a tecnologia para acompanhar e rastrear um avião?
BBC Brasil
Após mais de cinco dias do desaparecimento do voo MH370, da Malasya Airlines, com 239 passageiros a bordo, o paradeiro do avião ainda é um mistério.

Um dos incidentes mais intrigantes da aviação moderna vem chamando a atenção para como as aeronaves são rastreadas e acompanhadas e levando as pessoas a se questionarem como é possível um grande avião de passageiros simplesmente desaparecer sem deixar pistas.

Veja também:

Aviões sobrevoam área de supostos ‘destroços’, mas não encontram nada
Relembre outros dez misteriosos desastres aéreos
Como é possível um Boeing 777 simplesmente desaparecer?
O Boeing 777-200ER da Malaysia Airlines desapareceu das telas do controle de tráfego aéreo por volta de 1h30 do horário local no sábado (14h30 de sexta-feira em Brasília), uma hora após decolar do aeroporto de Kuala Lumpur em direção a Pequim, na China.

As aeronaves normalmente se comunicam com o controle em solo usando uma série de sistemas, que parecem ter falhado conjuntamente nesse incidente.

Como uma aeronave é normalmente rastreada?

O controle de tráfego aéreo combina as propriedades de localização dos radares básicos com os sinais enviados pelos transponders das aeronaves para estabelecer um panorama detalhado do tráfego nos céus.

Todas as aeronaves comerciais são equipadas com transponders de cabine, que automaticamente transmitem sinais eletrônicos de volta ao solo quando recebem um sinal de rádio.

Os tipos mais básicos enviam apenas a altitude do avião e um código do voo, com quatro dígitos, mas as estações de radar são capazes de estabelecer a velocidade do avião e sua direção ao monitorar sucessivas transmissões.

A cobertura do radar normalmente termina a cerca de 240 quilômetros da costa, mas, enquanto sobrevoam o mar, as tripulações dos aviões mantêm contato com outras aeronaves usando transmissão por rádio de alta frequência.

Os transponders podem ser desligados manualmente no meio do voo, mas, no caso do voo MH370, não se sabe se a perda de sinal foi causada por uma ação humana deliberada ou por um evento catastrófico.

A última mensagem de rádio recebida pelo controle de tráfego aéreo – ‘Alright, roger that’ (algo como ‘Tudo bem, entendido’) – sugere que tudo estava normal a bordo minutos antes de o avião ter desaparecido sobre o Mar do Sul da China.

E o que acontece se o transponder falhar, ou se for desligado?

Se o transponder para de enviar sinais, a aeronave ainda pode ser rastreada usando o que é essencialmente a mesma forma de radar desenvolvida nos anos 1930.

Radares primários rastreiam qualquer coisa no céu que reflita a transmissão de sinais de rádio.

Assim, eles somente podem indicar a posição aproximada de uma aeronave, mas não podem identificá-la.

Esse sistema é usado hoje basicamente como um reforço e reserva para o radar secundário.

As autoridades da Malásia sugeriram que o rastreamento pelo radar primário pode gerar informações sobre a trajetória da aeronave desaparecida, mas os dados precisam ser analisados com detalhes por especialistas.

Os aviões não têm GPS?

Sim, mas, apesar de o GPS (Sistema de Posicionamento Global) já ter se popularizado na vida moderna, a rede de controle do tráfego aéreo ainda é quase inteiramente baseada em radares.

Os aviões usam GPS para mostrar aos pilotos sua posição em um mapa, mas esses dados não são atualmente compartilhados com o controle de tráfego aéreo.

Algumas das mais modernas aeronaves são capazes de ‘ligar’ os dados do GPS aos serviços de rastreamento por satélite, mas a manipulação de grandes volumes de dados é cara, e tais sistemas são normalmente apenas usados em áreas remotas, sem cobertura de radar.

O desaparecimento do voo MH370 deve renovar os questionamentos sobre possíveis melhorias no rastreamento em voo.

O especialista em aviação Chris Yates diz que o sistema ADS-B (Automatic Dependent Surveillance-Broadcast) já usa dados de GPS.

‘O sistema ADS-B já opera em grandes partes do mundo, provendo uma imagem ‘semelhante à de um radar’ sobre os aviões durante o voo. Isso é o que é usado pelos serviços de rastreamento de voos online, com os dados colocados em um sistema de mapeamento’, disse. ‘Ele se apóia em parte no GPS para gerar uma posição’, explica.

As aeronaves usam o ADS-B para descobrir seu posicionamento por meio de um satélite. Então, o avião transmite sua posição para outras aeronaves e para uma estação em solo.

Os Estados Unidos exigirão que todas as aeronaves sejam equipadas com alguma forma de ADS-B até 1º de janeiro de 2020, e o sistema deve substituir o rastreamento baseado em radares na próxima década.

O avião da Malaysia Airlines desapareceu dos sites de rastreamento de voos ao mesmo tempo em que sumiu das telas do controle aéreo, e nenhum outro dado de GPS apareceu para esclarecer algo sobre seu paradeiro.

O sistema ACAR poderia dar algumas pistas sobre o avião, como aconteceu com o voo 447 da Air France?

Quando o voo 447 da Air France caiu no meio do Atlântico, em 2009, seu ACARS (Aircraft Communications Addressing and Reporting System) a bordo deu aos investigadores pistas-chave para revelar o que havia acontecido.

O ACARS é um serviço de dados que essencialmente permite que os computadores de bordo no avião ‘conversem’ com os computadores no solo, enviando informações sobre o voo e a saúde dos sistemas a bordo.

As mensagens são transmitidas por rádio ou por sinais digitais via satélite, e pode cobrir qualquer coisa desde a condição dos motores do avião até um banheiro com problemas.

Isso dá aos funcionários em solo com informações vitais de diagnóstico, permitindo que a manutenção seja feita com mais velocidade.

No caso da Air France, o ACARS indicou leituras falhas de velocidade, que deixou a tripulação desorientada.

Mas os investigadores dizem que nenhum dado foi recebido sobre o voo da Malaysia Airlines.

As caixas-pretas de um avião também não transmitem sinais?

O mistério do voo MH370 pode ser solucionado apenas quando as caixas-pretas, com os registros do voo, forem encontradas.

Entretanto, quando um avião se acidenta sobre o mar, a recuperação das caixas-pretas não é fácil.

No caso do voo 447 da Air France, isso levou quase dois anos.

Se estiverem debaixo d’água, as próprias caixas emitem sinais ultrassônicos – mas esses sinais têm um alcance limitado, e as equipes de resgate podem não ser capazes de detectá-las se não estiverem próximas do local exato do acidente.

As caixas-pretas – descritas pelo repórter especializado em aviação Stephen Trimble, do jornal britânico The Guardian como ‘um dos mais irritantes anacronismos da tecnologia moderna de aviação’ – não são atualmente equipadas com qualquer foram de transmissão de sua localização por GPS.

Voltar

Radio novocaminho.net


Clique aqui para editar.